Kelly Negócios Imobiliários em novo endereço
4 de abril de 2019
Inauguração de novo pólo da universidade Estácio em Catalão
22 de abril de 2019

Lançamento Livro Tarsila - Fotos MS Produções

No último dia 28 do mês que faz referência ao livro, a mineira de apenas 6 anos de idade, Tarsila Maria Teixeira, lançou a sua primeira obra literária, nomeada como “As Tarraxinhas”. A noite de lançamento aconteceu no Senac e contou com a participação do secretário de Educação Leonardo Santa Cecília, parte da imprensa catalana, familiares e amigos da garotinha.

A paixão pela Literatura foi assimilada ainda com os primeiros passos e palavras ditas. A mãe de Tarsila, Juliana Teixeira, lia todos os dias para a filha. Mas, por ocasião de um problema de saúde, o incentivo pela leitura foi reposicionado pelos avós Dr. Antenor e Dra. Elaine.

Diante da rotina agitada de estudos e atividades extracurriculares, a escritora mirim sempre gostou de ler. E, paralelo a isso, também é incentivada a se expressar artisticamente. “Compreendemos que com a ausência da mãe, Tarsila buscou um universo diferente que pudesse ajudá-la a superar o ocorrido. O entendimento dela é de desprendimento. Ainda criança, Tarsila entende que, às vezes, faz parte da vida nos sentirmos incompletos”, conta a avó, Elaine Teixeira.

Entre as brincadeiras com a sua poodle toy Mel, as bonecas Sofia e Camila, Tarsila gosta de desenhar, brincar de cozinhar e dar aulas aos seus bichinhos de pelúcia. E é neste mundo entre a dura realidade, o lúdico e o fantasioso, que Tarsila cresce incentivada a não se limitar e colocar no papel as infinitas possibilidades de se conectar consigo mesma.

O amor e carinho oferecidos pela família, juntamente com o apoio de professores e colegas de escola, fizeram com que Tarsila concluísse o seu primeiro livro. Em “As Tarraxinhas” é possível ter acesso a energia de uma menina que deseja vivenciar o novo sem a presença física da figura materna. “Perder a minha mãe é deixar que parte de mim esteja com ela e um pedaço do coração dela esteja sempre comigo”, conta a escritora mirim.